Profissão farmacêutico

Os farmacêuticos de todo o Brasil comemoram sua profissão tradicionalmente no dia 20 de janeiro, data em que aconteceu a fundação da Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF) em 1916, maior instituição representativa da categoria na época.

É um dia de celebração que visa à valorização e ao estímulo do profissional que, em primeiro lugar, é um zelador da saúde e tem como missão garantir que os medicamentos indicados pelo médico cheguem corretamente e sejam úteis na solução ou alívio dos problemas dos pacientes. A qualidade de seus resultados é medida diretamente pela qualidade de vida de todos.

A história da profissão é bastante antiga e tem seus primeiros registros oficiais de 3.000 a 5.000 anos a.C, quando são relatadas algumas formas farmacêuticas de atuação. Há mais de 2.600 anos, os chineses, por exemplo, já desenvolviam seus remédios, extraindo drogas de milhares de plantas para curar doenças. Os egípcios também preparavam seus medicamentos a partir de vegetais, sais de chumbos, cobre e unguentos de banha de leão, hipopótamo, crocodilo e cobra há mais de 1.500 anos. A evolução como atividade diferenciada e profissional aconteceu em períodos históricos marcados pela instabilidade, guerras e epidemias. A farmacologia ganhou impulso principalmente no tratamento de soldados abatidos nos campos de batalha.

No Brasil, a profissão está sob a jurisdição do Conselho Federal de Farmácia, que regulamenta seu exercício com base na Lei no 3.820 assinada em 11 de novembro de 1960 pelo Presidente Juscelino Kubitschek. A presença do farmacêutico nas drogarias e farmácias durante todo o horário de funcionamento é uma exigência da Lei no 5991 desde 1973.

O farmacêutico hoje tem seu papel garantido por lei, mas é a formação permeada de muito estudo, a sempre atualização do ofício e o trabalho dedicado diário que transformaram a profissão em sinônimo de confiabilidade e garantia de seu espaço e sua importância na sociedade.

A busca pela cura foi o mote de criação e fundamentação para a profissão e que pode ser traduzido como um profundo respeito e amor à vida, motivo que enobrece cada pessoa que escolhe trilhar esse caminho. Cabe a cada uma dessas pessoas a importantíssima tarefa de estar à frente de estabelecimentos, munidos de atualização, conhecimento e sabedoria. Com seu esforço e profissionalismo, o profissional farmacêutico está credenciado para cumprir a missão gloriosa de cuidar do paciente e promover a cura do seu semelhante.

É com respeito e carinho que a Revista Farmacêutica Kairos parabeniza todos os farmacêuticos do país pela imensa contribuição à saúde dos brasileiros.

Nosso muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Prezado usuário, 

 

A Kairos contém conteúdos que são dirigidos exclusivamente a profissionais de saúde, farmacêuticos, médicos e odontólogos.

O site oferece informações apenas para fins educacionais e informativos em geral para profissionais autorizados a prescrever ou dispensar medicamentos. Estas informações não se destinam a substituir o aconselhamento, tratamento ou recomendações de profissionais de saúde ou substituir os conhecimentos, competências e melhores práticas que adquiriram durante a sua formação.

 

Ao aceitar estas condições, você declara ser profissional de saúde.